quarta-feira, 7 de abril de 2010

O que é backup e restore?


Computadores, assim como toda máquina, estão sujeitos a falhas e estas podem comprometer os seus dados. O procedimento de backup consiste em se fazer uma ou mais cópias de segurança dos arquivos de dados do sistema, para protegê-los contra eventualidades. Fazer backup dos dados significa fazer uma cópia em outra mídia. Por exemplo, você pode queimar alguns CDs com os arquivos importantes ou copiar para um segundo disco rígido. Sendo assim, o usuário deve estabelecer uma rígida rotina de backup dos seus dados.
Já o restore é o ato de se fazer uso dos dados armazenados recuperando-os (na maioria dos casos no próprio dispositivo original), ou seja, ação de recuperar dados de um backup previamente armazenado. O restore de arquivos é realizado em cima do ambiente de produção das plataformas ativas.
A decisão sobre quais arquivos incluir no backup é muito pessoal. Tudo aquilo que não pode ser substituído facilmente deve estar no topo da sua lista.
Antes de começar, faça uma lista de verificação de todos os arquivos a serem incluídos no backup. Isso o ajudará a determinar o que precisa de backup, além de servir de lista de referência para recuperar um arquivo de backup. Eis algumas sugestões para ajudá-lo a começar:
  • Dados bancários e outras informações financeiras
  • Fotografias digitais
  • Software comprado e baixado através da internet
  • Projetos pessoais
  • Catálogo de endereços de e-mail
Existem dois tipos básicos de backup: um backup completo (full) ou um backup incremental.
Um backup completo faz uma cópia completa dos dados selecionados em outra mídia.
Um backup incremental copia apenas aqueles arquivos que foram criados ou alterados desde o último backup completo.
Um backup completo seguido de backups incrementais é geralmente mais rápido e usa menos espaço em disco. Você deve considerar um procedimento de executar um backup completo semanalmente, seguido de backups incrementais diários. Entretanto, quando você precisar restaurar os dados após uma falha você levará mais tempo porque precisará restaurar o backup completo primeiro e então restaurar cada backup incremental.
É uma boa idéia testar seus backups freqüentemente restaurando os dados para um local de teste.
Fazer isso irá:
  • Garantir que a mídia de backup e os dados então em bom estado
  • Identificar problemas no processo de restauração
  • Fornecer um nível de confiança que será útil durante uma crise.
Para cada tipo de Windows, existe uma forma de fazer o backup, que você pode conferir através do site da Microsoft clicando aqui!!
Mas, independentemente da versão do Windows que estiver usando, você pode fazer backup manual de qualquer arquivo ou pasta, seguindo estes passos:
  1. Clique com o botão direito no arquivo ou na pasta que deseja fazer o backup e depois clique na opção Copiar do menu.
  2. Agora, em Meu Computador, você pode clicar com o botão direito no disco ou disco rígido externo onde deseja armazenar seu backup, clicando na opção Colar do menu.
E pronto. Depois de copiar todas as informações no formato de armazenamento escolhido, não se esqueça de mantê-las protegidas, mantendo seus backups fora do computador, fazendo mais de uma cópia, organizando-os por periodicidade e protegendo suas informações com uma senha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário